EX-P&G, DURACELL INICIA OPERAÇÃO INDEPENDENTE NO BRASIL

EX-P&G, DURACELL INICIA OPERAÇÃO INDEPENDENTE NO BRASIL

Duracell

Desde o início de março, a Duracell, até então marca de pilhas da P&G, passou a operar de forma independente, como uma nova empresa: a Duracell Company. A marca foi comprada pela Berkshire Hathaway, fundo de investimento de Warren Buffett, que a transformou em uma empresa de energia portátil, com foco em pilhas alcalinas, pilhas recarregáveis e carregadores.

No Brasil, Duracell manterá sua operação com a atuação de um time multifuncional de cerca de 25 pessoas, lideradas por Rafael Gisse, responsável pela marca na gestão anterior e agora nomeado Gerente Geral de Duracell no Brasil.

Segundo o executivo, a prioridade para esse momento de transição é manter a qualidade do serviço oferecido pela companhia. “Estruturamos uma nova empresa para mantermos o que já fazemos de melhor:  investir em inovação, trazer nossos melhores produtos e, agora, atuando com mais foco ainda, já que nosso time está 100% voltado para Duracell”, anuncia o executivo. Com essa estrutura exclusiva, a empresa espera reforçar o atendimento aos consumidores e estreitar o relacionamento com seus parceiros comerciais.

Duracell é marca líder mundial em pilhas alcalinas. No Brasil, a empresa também lidera e responde por cerca de 47,2% das vendas em valor (Dados Nielsen Set.15) no segmento de alcalinas. “Vemos o Brasil como um mercado de muitas oportunidades para a empresa e para a categoria como um todo, pois ainda possui um consumo grande de pilhas de zinco”, comemora Gisse.

Em função disso, o Brasil foi escolhido como um dos poucos mercados da América Latina a ter operação dedicada. O país é um importante mercado para a Duracell já que corresponde a 47% do mercado de pilhas da América Latina (fonte: WWMD Dez15). Além disso, o país oferece oportunidades para crescer a categoria de energia portátil como um todo.

Mesmo já bem estabelecido, o mercado de pilhas segue em crescimento no Brasil. No último ano, a categoria teve um crescimento de 4.9% em valor. Muito desse crescimento foi alavancado pelo segmento de pilhas alcalinas, liderado por Duracell. O crescimento em alcalinas no mercado foi de 5.7% em valor. (Dados Nielsen, comparativo 2014 / 2015).

O crescimento da categoria mostra que o consumo por pilhas não diminui e, mais do que isso, que o consumidor tem buscado mais inovação e qualidade nos produtos. “Acreditamos que Duracell vai manter seu crescimento, ajudando a impulsionar o mercado de pilhas alcalinas, que trazem tecnologia e maior durabilidade em comparação com as pilhas comuns de zinco”, completa Gisse.

Fonte:http://newtrade.com.br/ex-pg-duracell-inicia-operacao-independente-no-brasil/?utm_source=NEWSLETTER+02+30/03/2016&utm_medium=Email&utm_content=&utm_campaign=NEWSLETTER+02+30/03/2016&utm_term=